16 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

POLÍTICA Terça-feira, 21 de Novembro de 2023, 10:56 - A | A

Terça-feira, 21 de Novembro de 2023, 10h:56 - A | A

MDB “RACHADO”

Pressão e críticas de Janaína Riva à Emanuel Pinheiro ameaçam esvaziar MDB cuiabano

Redação

O MDB em Cuiabá está sob sério risco de esvaziamento antes das eleições de 2024. A crise interna do partido vem sendo alimentada principalmente pela oposição ferina à gestão do prefeito da capital, Emanuel Pinheiro feita pela deputada Janaína Riva, secretária geral do Diretório Regional emedebista. As críticas e pressões da parlamentar ao prefeito cuiabano sempre foram ácidas e temperadas com uma evidente incompatibilidade de interesses políticos e eleitorais.

A legenda tem entre seus principais expoêntes na capital, além do prefeito da cidade, Emanuel Pinheiro,o seu filho, deputado federal, Emanuel Neto, o “Emanuelzinho”, o deputado Juca do Guaraná Filho e a própria Janaína Riva. O diretório municipal emedebista, no entanto, está sob forte clima de racha e esvaziamento às véspera de um ano eleitoral.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Aliada e ferrenha defensora do governador Mauro Mendes (União Brasil), Janaína Riva vem trabalhando forte no partido para isolar políticamente o grupo aliado de Pinheiro dentro do MDB. A parlamentar não esconde que pretende conduzir a legenda a apoiar um candidato que seja oposição ao atual prefeito nas eleições de 2024.

Enquanto Emanuel Pinheiro e seu grupo no MDB trabalha para viabilizar – por enquanto - a pré candidatura de seu vice, José Roberto Stopa (PV), Janaína Riva tem defendido na imprensa que o partido deve apoiar a candidatura de Eduardo Botelho, preferencialmente, ou a de Fábio Garcia, secretário Chefe nda Casa Civil do Governo do Estado ao cargo de Prefeito de Cuiabá no ano que vem.

Esta divergência tem todos os ingredientes para resultar em uma fragmentação desastrosa do partido caso não haja uma intervenção a tempo por parte do seu presidente, o ex-deputado federal Carlos Bezerra.

Na semana passada, em mais um lance desse jogo de “gato e rato” que fazem Janaína e Emanuel, a parlamentar fez declarações que colocaram mais lenha na fogueira. Durante entrevista em uma emissora de televisão da capital, a deputada assumiu que está trabalhando para convencer a direção estadual do MDB a declarar apoio a Botelho e abandonar Emanuel Pinheiro e seus projetos eleitorais futuros.

“Se depender das conversas que temos hoje, o MDB acompanharia o presidente Botelho em sua eleição a prefeito de Cuiabá. Ele é o líder da pesquisa, é muito capaz e preparado. Ele foi presidente da Assembleia até hoje, conseguiu organizar a estrutura da Casa e pacificar o relacionamento da Assembleia com o Governo do Estado”, argumentou a deputada.

Outro argumento utilizado por Janaina Riva para justificar a sua tese em favor de que o MDB apoie Botelho e não o pré-candidato aliado de Emanuel Pinheiro seria o fato do presidente da ALMT ter um perfil “apaziguador”, que seria benéfico para amenizar os conflitos ideologicos e interesses divergentes entre a esquerda e a direita na capital.

“Nós entendemos que o Botelho não tem divergência com nenhum dos lados que hoje protagoniza a disputa aqui em Cuiabá, que seria o prefeito Emanuel e o governador Mauro Mendes ou o presidente Lula e o ex-presidente Bolsonaro. Ele seria um pacificador para esse momento difícil que a Capital vive de insegurança política e até mesmo instabilidade jurídica com a intervenção na Saúde”, acrescentou.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image