15 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

POLÍTICA Quinta-feira, 07 de Dezembro de 2023, 09:15 - A | A

Quinta-feira, 07 de Dezembro de 2023, 09h:15 - A | A

COBRA FORÇAS DE SEGURANÇA

Presidente da AL cita preocupação com volta de crimes de pistolagem em MT

Gazeta Digital

Presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (União), cobrou um trabalho mais eficaz do setor de inteligência das Forças de Segurança para combater o crime organizado no estado. A declaração ocorre após a execução do advogado Roberto Zampieri, no estilo "crime de pistolagem" que ocorria na época em que o bicheiro João Arcanjo Ribeiro ainda dominava o jogo do bicho em Mato Grosso no início dos anos 2000.  

 

“Os criminosos não estão respeitando nada, não estão tendo medo de ir no meio da rua [e matar], não estão tendo medo de entrar no Shopping Popular cheio de gente e assassinar. Invadir concessionárias, etc. Então é realmente preocupante, porque estão perdendo o respeito”, disse Botelho nesta quarta-feira (6).  

 

O deputado isentou a Polícia Militar que, segundo ele, tem feito um ótimo trabalho ostensivo. Quem enfrente "tem se dado mal". “A Polícia Militar tem feito um trabalho ostensivo bem presente, esse trabalho aí na rua, está fazendo um trabalho de enfrentamento duro também, que todos que enfrentaram a polícia tem se dado mal. Talvez seja preciso um trabalho mais de inteligência para combater, principalmente, o tráfico de droga e as facções criminosas”, avaliou.  

 

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

 

Botelho também citou o trabalho do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de Mato Grosso (MPMT), que está empenhada em desarticular as organizações criminosas que têm dominado várias regiões do estado.  

 

“Eu acho que vai dar resultado esse trabalho. Já está dando e vai dar resultado, daqui para a frente, o trabalho que o Gaeco está fazendo”, completou.  

 

Cuiabá tem vivido um clima de insegurança acentuado nos últimos 15 dias. Dois crimes de execução, no estilo pistolagem ocorreram. Dois homens foram assassinados dentro do Shopping Popular.  Ontem (5), o advogado Roberto Zampieri foi executado, quando saía do seu escritório, com ao menos 10 tiros a queima-roupa.

 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image