15 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

POLÍTICA Quinta-feira, 07 de Dezembro de 2023, 09:14 - A | A

Quinta-feira, 07 de Dezembro de 2023, 09h:14 - A | A

DEU EM A GAZETA

MDB não chega a consenso para nomeação da direção

Gazeta Digital

O presidente estadual do MDB, Carlos Bezerra, tem até hoje para nomear a direção provisória da sigla em Cuiabá, para evitar uma possível intervenção nacional na capital mato-grossense. O impasse está entre a nomeação do deputado federal Emanuelzinho (MDB) ou da deputada Janaina Riva (MDB) como presidente. A disputa pelo comando da capital vem gerando troca de acusações entre os grupos do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) e de Bezerra com Janaina.

 

Conforme a reportagem apurou, um pré-acordo durante a conferência estadual, que reconduziu Bezerra à presidência da legenda, teria ficado estabelecido que a presidência da capital ficaria sob indicação de Emanuel Pinheiro. O tal acordo teria sido relevado porque o estatuto partidário na época estabelecia que a direção estadual que nomearia as direções provisórias.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Contudo, durante a convenção nacional, o estatuto foi modificado e, com isso, a direção nacional pode intervir em estados e municípios em caso de não houver convergência na escolha das direções partidárias, como ocorre em Cuiabá. Com essa modificação, o presidente nacional do MDB, Baleia Rossi (MDB-SP), encaminhou a lista da comissão provisória para que Carlos Bezerra nomeasse, fato que não ocorreu.

 

Diante disso, Bezerra e Janaina passaram a missão para que o deputado federal Juarez Costa fosse o escolhido da nacional para indicar a direção municipal. Contudo, Baleia Rossi já teria o entendimento de cumprir o acordo com Emanuelzinho. Rossi ainda tenta uma reunião com Juarez e Emanuelzinho para tentar por fim no impasse. Porém, Juarez tem justificado incompatibilidade de agenda. Diante do impasse, Baleia estabeleceu o prazo de uma semana para Bezerra nomear a comissão provisória em Cuiabá, que se encerra nesta quinta-feira (7).

 

Nos bastidores, o que se especula é que, caso Emanuelzinho seja nomeado presidente do MDB de Cuiabá, Juarez Costa poderia deixar a sigla em protesto. Porém, a tal ameaça não foi oficializada pelo parlamentar. O racha dentro do MDB ocorre desde 2020, entre o grupo do prefeito Emanuel Pinheiro e da deputada Janaina Riva. Ambos vislumbram assumir o partido no Estado após Bezerra deixar a presidência.

 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image