17 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

POLÍTICA Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2020, 10:17 - A | A

Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2020, 10h:17 - A | A

ANALISANDO CONVITE

Mauro diz que não pretende sair do DEM e agradece convite do MDB

Só Notícia

O governador Mauro Mendes disse que, embora não esteja em seus planos sair do Democratas, vai analisar o convite do deputado federal Carlos Bezerra para aderir ao MDB, partido que é presidido em Mato Grosso pelo parlamentar. O convite foi feito no começo da semana quando Mendes recebeu os prefeitos eleitos e reeleitos pelo MDB no Palácio Paiaguás, em Cuiabá, para uma reunião burocrática a respeito dos anos seguintes de gestão de todos.

“Recebi o convite com tranquilidade e fico lisonjeado, mas não está nos meus planos, neste momento, nenhuma movimentação partidária. Me deixa alegre, me deixa feliz. O MDB é um grande partido, sempre foi, historicamente, um partido do país, é um grande partido aqui em Mato Grosso. Eu fico feliz e vou analisar, mas, preliminarmente, não está nos meus planos fazer nenhuma movimentação partidária neste momento”, declarou Mauro Mendes.

A fala do governador tem, obviamente, um caráter político, de afago a um partido importante para a base do governo, e de retribuição à gentileza pelo convite, mas também tem um recado implícito ao DEM de Mato Grosso, que ficou rachado na eleição suplementar ao Senado e expõe dois grupos: um liderado por Mendes e outro pelo senador Jayme Campos. A mensagem é de insatisfação com os rumos tomados recentemente.

Mauro Mendes também sabe que sua resposta é dada a um convite protocolar, feito por Bezerra, também por educação, ao líder do Executivo, mas também para provocar o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, reeleito pelo MDB, e que não anda muito coeso com a sigla, tanto que não participou da reunião com Mauro Mendes, seu inimigo político.

Trocando em miúdos, trata-se de um convite despretensioso à primeira vista, que se colar trará mudanças drásticas, tanto para o Democratas quanto para o MDB, que precisará se reconfigurar para acolher Mauro Mendes no mesmo ambiente que está (ou não) Emanuel Pinheiro. Um sinal de mudança já foi dado ontem com a ascensão da deputada estadual Janaína Riva à presidência do diretório municipal da Capital, designada por Bezerra. Ela e o deputado federal encampam uma oposição interna a Pinheiro.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image