17 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

POLÍTICA Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2020, 09:54 - A | A

Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2020, 09h:54 - A | A

PREVIDÊNCIA

Desconto de 14% dos aposentados 'mata a família', diz deputado

Gazeta Digital

O deputado estadual Paulo Araújo (PP) afirmou que a o desconto de 14% da alíquota previdenciária sobre o salário dos aposentados está "matando a família". A reforma da Previdência tramita na Assembleia Legislativa e está cercada de polêmicas. Um dos pontos polêmicos é o desconto de 14% no salário não só dos servidores na ativa, mas também dos que se aposentaram.  


"Essa previdência de 14% está literalmente matando a família dessas pessoas que são os salários mais baixos e grande parte do quadro da educação, professores que já contribuíram na regra anterior e que deveriam continuar na mesma alíquota previdenciária do governo federal, que manteve a isenção até o teto do INSS, ou seja, R$ 6.100", explicou o parlamentar em entrevista ao Jornal do Meio Dia, da TV Vila Real.

 


Araújo também comentou sobre as dificuldades que os aposentados passam com o desconto excessivo da alíquota em salários menos que o teto e crê num acordo com o Executivo.


"O comprometimento do orçamento familiar vai dificultar em muito a manutenção desses profissionais e a maior parte dele é que aposentaram em outra regra lá atrás e têm salários mais baixos. Então acredito muito num acordo com o governo para estabelecer a isenção até o teto do INSS", aposta o parlamentar que faz parte da base do governador Mauro Mendes (DEM).


Política em Cuiabá

Em relação à política na capital, Paulo Araújo disse que pelo bem do Estado e do município é necessário que o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e o governador Mauro Mendes (DEM) cessem as intrigas.


"Devem pelo bem de Cuiabá pelo Estado de Mato Grosso, o governador e o prefeito da Capital mesmo tendo as diferenças políticas precisam ter pautas prioritárias, quero acreditar que com a eleição de Emanuel Pinheiro, essas rusgas fiquem no passado".


Sobre a amizade ter sido rompida no 2º turno com o gestor reeleito, o deputado afirmou que continuam amigos.


"Prefeito é meu amigo, no dia da eleição estivemos juntos, tenho uma amizade muito grande, desde o primeiro momento eu disse que o PP e o Paulo Araújo apoiariam a reeleição do Emanuel", afirma.

 

Veja vídeo

Vídeo


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image