18 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

POLÍCIA Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2020, 10:09 - A | A

Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2020, 10h:09 - A | A

MACONHA E LSD

Traficantes que vendiam droga na UFMT são presos em flagrante pela Polícia Civil

Gazeta Digital

Três pessoas envolvidas com a venda de drogas na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) foram presas em flagrante pela Polícia Civil, na tarde de quarta-feira (09.12), durante investigações realizadas pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). Além da prisão dos suspeitos, a ação resultou na apreensão de porções de maconha, selos de LSD, e mais de R$ 2 mil em dinheiro. 

 

Os investigadores da DRE receberam informações de populares de que no câmpus da UFMT estava ocorrendo a venda de entorpecentes, passando a monitorar o local com o intuito de visualizar alguma movimentação suspeita.

 

 

Durante a vigilância, os policiais flagraram um homem que a todo tempo andava pelo câmpus, conversando no celular, aparentemente esperando alguém. Em determinado momento, o suspeito foi até o ponto de ônibus em frente ao bloco de agronomia, se abaixou, parecendo que de deixava algo no local.

 

Como o investigado não estava em posse de materiais de estudante, os investigadores decidiram realizar sua abordagem, sendo encontrada com ele uma porção de maconha. Questionado, o suspeito confessou que estava no câmpus para vender drogas e que em sua residência havia outras porções de entorpecentes.

 

No ponto de ônibus em que ele parecia ter deixado algo, os policiais encontraram um envelope plástico contendo selos de LSD. Em continuidade as diligências, os investigadores seguiram até uma casa, no bairro Morada dos Nobres, onde estavam os outros dois suspeitos, um deles com várias passagens por crimes de roubo e tráfico de drogas.  

 

Em buscas no local, foram apreendidas duas porções médias de maconha guardadas dentro da geladeira, três rolos de material utilizado para embalo da droga, e R$ 2.089 em dinheiro.

 

Diante das evidências, os três suspeitos foram conduzidos à DRE, onde após serem interrogados, foi lavrado o flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image