16 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

POLÍCIA Terça-feira, 28 de Novembro de 2023, 11:10 - A | A

Terça-feira, 28 de Novembro de 2023, 11h:10 - A | A

OPERAÇÃO PIRACEMA

Sema-MT e PM apreendem 21 kg de pescado ilegal e arma de fogo em Sinop

Redação

Em mais uma etapa da Operação Piracema, a equipe de Fiscalização de Fauna da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), com apoio do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), apreendeu 21 kg de pescado ilegal, uma arma de fogo e petrechos de pesca no município de Sinop (a 479,4 km de Cuiabá).

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Durante patrulhamento noturno realizado na região do Rio Teles Pires, no fim de semana, os agentes ambientais encontraram um saco contendo 21 kg de pescado, das espécies curimba e cachorra, uma arma de fogo calibre 28, uma tarrafa, uma rede e um arpão. Os suspeitos não foram encontrados no local. Os materiais apreendidos foram encaminhados para providências policiais.

A intensificação da fiscalização, por terra e água, é parte dos esforços contínuos da Sema-MT para proteger a fauna aquática durante o período de defeso da piracema, que começou em 2 de outubro e segue até 1º de fevereiro de 2024. Também estão sendo realizadas fiscalizações nos comércios e peixarias, com a conferência dos estoques declarados.

Quem desrespeitar as regras do período pode ter o pescado, veículos e equipamentos apreendidos, além de receber multa no valor de R$ 5 mil a R$ 200 mil, com acréscimo de até 150 reais por kg de pescado; e ser conduzido à delegacia. Veja aqui as regras.

As ações de fiscalização nos rios de Mato Grosso, coordenadas pelo órgão ambiental, são realizadas em parceria com o Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental, Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil.

Canal de denúncia
A Sema-MT atende denúncias da população contra crimes ambientais e pescas predatórias pela Ouvidoria, no telefone 0800 065 3838, pelo e-mail [email protected], pelo WhatsApp (65) 98153-0255 e em suas Unidades Regionais.

Quem se deparar com algum crime ambiental também pode denunciar por meio do contato da Polícia Militar 190.

Sob supervisão de Nayara Takahara

 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image