15 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

POLÍCIA Quarta-feira, 29 de Novembro de 2023, 10:38 - A | A

Quarta-feira, 29 de Novembro de 2023, 10h:38 - A | A

GCCO

Polícia Civil prende último alvo de operação contra organização criminosa que torturou vítima na Capital

Redação

A Gerência de Combate ao Crime Organizado prendeu nesta terça-feira (28) o último alvo da Operação Égide, deflagrada em março deste ano contra alvos investigados pelos crimes de tortura, organização criminosa e lesão corporal na capital. O criminoso foi localizado em uma ocupação irregular, próximo à Avenida Contorno Leste, em Cuiabá.

Os crimes apurados pela GCCO ocorreram em junho do ano passado, após uma vítima ser atraída para trabalhar como caseiro de uma chácara na região do Morro de São Jerônimo.

Após a operação, a GCCO reuniu informações que possibilitaram a identificação de mais um integrante do grupo criminoso que torturou e agrediu a vítima.

O crime

A vítima foi procurada por um amigo do dono da propriedade rural, W.R.J, 39 anos, e depois de alguns dias trabalhando, solicitou para deixar o local, quando foi brutalmente agredido pelo dono da chácara e outras três pessoas.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Durante a apuração, a GCCO apurou que os investigados são integrantes de uma facção criminosa e responsáveis por aplicar ‘salves’ na região do bairro Dr. Fábio, em Cuiabá. Além disso, a investigação identificou que o proprietário da chácara também agrediu uma segunda vítima, quando foi preso na ocasião em posse de uma arma de fogo, fato que corrobora a investigação.

 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image