22 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

POLÍCIA Sexta-feira, 29 de Dezembro de 2023, 16:32 - A | A

Sexta-feira, 29 de Dezembro de 2023, 16h:32 - A | A

CONCLUSÃO DE INQUÉRITOS

Investigações da Polícia Civil solucionam 98% dos feminicídios e 88% dos homicídios registrados em MT

Redação

A Polícia Civil de Mato Grosso concluiu 2023 com perentual de 88% de resolução dos casos de homicídios registrados em todo o Estado. Em relação às investigações de feminicídios, o índice é ainda maior e chega a 98% de solução. Ao todo, de 927 inquéritos de homicídios concluídos, 739 apontaram a autoria do crime e resultaram em prisões em flagrante ou por mandados judiciais contra os responsáveis pelas mortes violentas.

Nos casos de feminicídios, foram 59 inquéritos concluídos, sendo 56 com autoria definida.

Em cinco municípios mato-grossenses, o esclarecimento chegou a 100%, entre elas Guarantã do Norte (49 casos com autoria definida), Marcelândia (7), Matupá (9), Itaúba (2) e Terra Nova do Norte (2).

Os dados da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil fazem referência às investigações realizadas pelas delegacias das 15 regionais do estado, de janeiro a novembro.

Para a delegada-geral da Polícia Civil, Daniela Maidel, os números demonstram a evolução das investigações realizadas pela Polícia Civil de Mato Grosso, com investimentos em tecnologia, a criação de diversas ferramentas que trouxeram agilidade, segurança e eficácia nas atividades investigativas, empenho dos policiais, além do papel fundamental da área de inteligência na elucidação dos crimes.

“Mesmo nas investigações mais complexas, que exigem um trabalho mais minucioso e, às vezes demorado, a Polícia Civil de Mato Grosso vem se destacando, devido à implantação de grandes tecnologias como o inquérito eletrônico, moderno e eficiente sistema Geia de banco de dados e outras funcionalidades, qualificação, da capacitação continuada de seus profissionais e acima de tudo, pelo comprometimento dos delegados, escrivães e investigadores de polícia presentes nas unidades policiais”, disse.

Os índices foram levantados com base em inquéritos policiais que apuraram crimes dolosos contra a vida instaurados em delegacias das Regionais de Água Boa, Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Guarantã do Norte, Juína, Nova Mutum, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sinop, Tangará da Serra e Vila Rica, assim como as unidades da Diretoria Metropolitana, nas Regionais de Cuiabá e Várzea Grande, e da Diretoria de Atividades Especiais.

A Regional de Guarantã do Norte se destacou com um dos índices mais altos de resolutividade de homicídios, de 99% dos casos elucidados. 

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).



Outra Regional com destaque nas investigações de homicídios foi Sinop, que alcançou o percentual de 96,6% dos casos elucidados. Entre os 78 inquéritos policiais de homicídios investigados na regional, foram 25 em Sinop, 37 em Sorriso, oito em Cláudia, cinco em Nova Ubiratã e dois em Vera, totalizando 75 concluídos com autoria definida.

Operação em Sorriso 

As investigações conduzidas pela Delegacia de Sorriso resultaram na maior operação policial deflagrada na história da cidade, que teve como alvo uma organização criminosa, envolvida em crimes de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, e responsável por ordenar assassinatos no município e região. Em três fases da Operação Recovery foram cumpridas mais de 200 ordens judiciais, que resultaram nas prisões de 95 criminosos.

Em unidades da Região Metropolitana de Cuiabá, o índice de resolutividade ficou em 85%, englobando crimes ocorridos na Capital e em Várzea Grande investigados pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP); homicídios na direção de veículo automotor, apurados pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), além de investigações conduzidas pelas Delegacias de Chapada dos Guimarães, Nobres, Poconé, e Rosário Oeste.

Feminicídios

As investigações de casos de mortes violentas ocorridas em razão de gênero e por violência doméstica tiveram um índice de resolutividade ainda maior, chegando a 98% de casos elucidados em Mato Grosso. Em 11 regionais do estado - Água Boa, Alta Floresta, Cáceres, Guarantã do Norte, Juína, Nova Mutum, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Tangará da Serra, Várzea Grande e Vila Rica - os inquéritos foram concluídos com autoria definida em 100% dos casos investigados.

Um dos casos rapidamente solucionados pela Polícia Civil foi a chacina que vitimou mãe e três filhas, em Sorriso, em que as vítimas foram estupradas e posteriormente degoladas pelo autor. O crime ganhou repercussão nacional e comoveu a cidade. 

O criminoso foi preso pela Polícia Civil no mesmo dia em que os corpos da família foram encontrados. Autor confesso, ele foi indiciado quatro vezes pelo homicídio das vítimas, com as qualificadoras de meio cruel, recurso que impossibilitou a defesa da vítima, garantir a execução de outro crime e menosprezo à condição de mulher (feminicídio). Foi indiciado também pelo estupro contra as duas vítimas adultas e por estupro de vulnerável da vítima de 12 anos.

 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image