16 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

POLÍCIA Quinta-feira, 21 de Dezembro de 2023, 11:24 - A | A

Quinta-feira, 21 de Dezembro de 2023, 11h:24 - A | A

MORTE ENCOMENDADA

Imagem mostra vítima e suspeito em conversa um dia antes de assassinato

Gazeta Digital

Vídeo do circuito interno de segurança mostra o suspeito Antônio Gomes da Silva em conversa com o advogado Roberto Zampieri, um dia antes do jurista ser assassinado. Na filmagem é possível ver Zampieri e seu sócio na recepção do local com o acusado. O profissional foi assassinado no dia 5 de dezembro, na frente de seu local de trabalho, no Bosque da Saúde, em Cuiabá.

 

Na maior parte do vídeo o acusado fica mexendo no celular até que vai embora depois de mais de 15 minutos no local. Ele usava uma boina, óculos, muleta e mochila nas costas. 

 

Nesta quarta-feira (20), a Polícia Civil prendeu Antônio Gomes da Silva em Minas Gerais. Ele foi interrogado na cidade e deve ser recambiado para Cuiabá, onde tramita a investigação.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

 

Além dele, Maria Angélica Caixeta Contijo também foi presa suspeita de ser a mandante do assassinato. Ambos foram detidos em cidades diferentes em Minas Gerais. De acordo com a Polícia Civil, com ela foi encontrada uma pistola 9mm, do mesmo calibre utilizado no homicídio do advogado.

 

O caso 

Roberto Zampieri tinha 56 anos e foi assassinado na noite do dia 05 de dezembro, na frente de seu escritório localizado no bairro Bosque da Saúde, na Capital. A vítima estava dentro de uma picape Fiat Toro, quando foi atingida por Antônio com diversos disparos de arma de fogo.

 

As investigações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) continuam e outros detalhes não serão informados, neste momento, a fim de preservar a apuração do crime.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image