19 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

POLÍCIA Terça-feira, 26 de Dezembro de 2023, 11:42 - A | A

Terça-feira, 26 de Dezembro de 2023, 11h:42 - A | A

AÇÃO

Combate aos crimes ambientais: PRF finaliza Operação Sumaúma

Redação

Como parte do I Curso de Fiscalização Ambiental (CFAM) entre os meses de outubro e novembro, em nove estados do país, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a Operação Sumaúma, com o objetivo de aprimorar o conhecimento de seus agentes nas atuações de combate aos crimes ambientais. Ao longo de 41 dias, 75 policiais rodoviários federais trocaram experiências e tiveram contato direto com técnicas avançadas de fiscalização focadas no enfrentamento às ocorrências que violam a legislação ambiental.

A Operação Sumaúma, conceitualmente uma etapa de treinamento, teve as características de uma Operação Temática de Combate ao Crime, oportunidade para que os policiais pudessem aplicar os conhecimentos adquiridos no CFAM ao aliarem teoria e prática. Os locais para execução das atividades foram estrategicamente  escolhidos pois contemplam as principais rotas de escoamento de produtos oriundos dos estados que compõem a Amazônia Legal: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins e parte do Estado do Maranhão.

De acordo com o PRF Marcelo David, chefe do Setor de Enfrentamento aos Crimes Ambientais, a importância da operação logo após a capacitação reside na imediata transferência do conhecimento adquirido no Curso para a prática, que além de intensificar a fiscalização nas principais rodovias de escoamento dos ilícitos ambientais, maximiza o aprendizado e aprimora as habilidade dos agentes no enfrentamento e combate eficaz aos crimes ambientais, garantindo a preservação do meio ambiente e a aplicação efetiva da legislação vigente.

Integração com outros órgãos

As fases teórica e prática da Operação Sumaúma contaram com servidores não apenas da PRF, mas de outros órgãos ambientais federais e estaduais: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado do Pará (Semas/PA), o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (IPAAM), o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), a organização não-governamental Freeland Brasil, o Ministério Público do Estado de Rondônia e o Conselho Comunitário de Segurança de Pontes e Lacerda/MT. A participação de agentes de outras instituições possibilitou uma troca mais rica e diversa de experiências relacionadas aos crimes contra o meio ambiente, além de reforçar

Números

Após o período de aperfeiçoamento, os 70 policiais que participaram do I Curso de Fiscalização Ambiental foram para os estados que compõem a Amazônia Legal, onde desenvolveram ações de fiscalização de forma integrada com outras instituições. Ao todo, a Operação Sumaúma registrou 150 ocorrências relacionadas ao meio ambiente. Confira abaixo o balanço do trabalho feito pelas instituições que participaram da ação conjunta:

1.404 veículos fiscalizados

1.823 m3 de madeira apreendidos

66 crimes de poluição 

 4.600 litros de agrotóxicos apreendidos

270 mil kg de minério apreendidos

156 animais resgatados

2 toneladas de pescados apreendidos

250 autuações de produtos perigosos


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image