16 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

GERAL Terça-feira, 12 de Dezembro de 2023, 09:04 - A | A

Terça-feira, 12 de Dezembro de 2023, 09h:04 - A | A

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Sinfra vistoria MT-251 após deslizamento de terra no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães

Redação

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), assim que foi comunicada sobre o deslizamento de terras no Portão do Inferno, na MT-251, no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, no início da tarde desta segunda-feira (11), encaminhou equipes da Pasta, junto com a Defesa Civil Estadual, para uma vistoria no local. 

Uma equipe do município de Chapada dos Guimarães fez a limpeza da pista, e o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar foi acionado para controlar o tráfego na rodovia, que foi liberado por volta das 16h30.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

A Sinfra solicitou que uma consultoria terceirizada elabore, com urgência, um relatório quanto aos riscos geológicos no local, após o incidente desta segunda-feira.

Conforme a Sinfra, embora seja uma rodovia estadual, a MT-251 está inscrita dentro do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, e, portanto, precisa de autorização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) para realizar as intervenções necessárias. A Sinfra-MT reforçou, ainda, que está tomando as medidas que lhe cabem para resolver o problema.

No mês de novembro, a Sinfra-MT encaminhou um relatório à administração do Parque apontando os locais com riscos de acidente geotécnico. Na manhã desta segunda-feira (11), antes do deslizamento, ocorreu uma reunião com o ICMBio para discutir tanto a questão ambiental quanto a segurança da rodovia.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image