16 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

GERAL Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2023, 10:28 - A | A

Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2023, 10h:28 - A | A

FINAL DE ANO

Hotelaria de Mato Grosso se prepara para os novos desafios

Redação

A crise econômica gerada pela pandemia ceifou, só no ano passado, milhares de negócios ligados ao turismo no Brasil afora. Com mais de 3 mil hotéis e pousadas encerrando as atividades.

Os hotéis foram muito atingidos pela pandemia da covid-19 e agora, retoma os percentuais de ocupação como 2019. Conforme a Sedec (Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico), onde também está a Secretaria Adjunta de Turismo, a expectativa é de que o setor hoteleiro termine o ano com taxa de ocupação elevada, voltando a operar em sua plenitude, ao mostrar resiliência e fortes sinais de recuperação.

Com isso, a rede de Hotéis Mato Grosso que formada por 6 (seis) hotéis em Cuiabá e região que dispõe de grande estrutura, capaz de atender dos pequenos aos maiores eventos. Há 50 anos no ramo hoteleiro, Luiz Carlos Oliveira Negro, de 53 anos, deu início à Rede em 1970, com seu espírito empreendedor, foi construindo salas em sua chácara para atender às necessidades de clientes que buscavam local para realização de eventos. Na época não havia em Cuiabá nenhum local capaz de abrigar esse tipo de evento, desde então passou a ser referência na realização de eventos em Cuiabá, hoje possui tradição, e os melhores, e maiores espaços para eventos profissionais da região. O hoteleiro acredita que esse ano pode ser o ano de crescimento após sofrem durante a pandemia, e ainda relembra um dos períodos que teve um crescimento gigantesco na área de turismo.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

“Acredito que esse ano aqui vai ser um ano bem melhor que o ano passado, e do ano retrasado, mas não vai superar ainda o de 2014, que foi o ano da Copa do mundo aqui. Foi um ano excelente, diga-se de passagem, e acreditamos que o setor vai se recuperar, estamos vendo as sinalizações muito positivas, para o setor de eventos, bares, restaurantes e o setor de transporte, vem se recuperando”, disse o hoteleiro Luiz Carlos.

A Rede de Hotéis Mato Grosso oferece aos seus hóspedes, comodidade, praticidade e o conforto que só um grupo pioneiro pode oferecer, tem as opções mais variadas para atender às necessidades, seja de negócios ou a lazer. Para Luiz, as expectativas estão altas para o ano de 2023.

“As nossas expectativas para esse ano são boas. Tivemos aí quase, dois anos de pandemia, que a receita dos hotéis, bares e restaurantes segmento turismo como um todo praticamente zerou”, contou.

“Setor de eventos também zerou e esse ano, podemos falar que é o primeiro ano após a pandemia, que realmente voltando o movimento se restabelecendo, não a níveis antes da pandemia, ou antes, dessas crises, mas já melhorando bem”, concluiu.

Luiz ainda revelou para o jornal Centro Oeste Popular, que um dos maiores desafios que vem enfrentando, é a questão da falta de profissional qualificado ou não para trabalhar. “É uma dificuldade imensa de encontrar pessoas qualificadas ou não para trabalhar, o apagão de mão de obra, que hoje é um dos maiores problemas que o Mato Grosso inteiro vem enfrentando”, afirmou.

Com a chegada das férias agora de junho e julho, os turistas podem esperar uma grande oportunidade para conhecer Mato Grosso. Com o trabalho que o governador Mauro Mendes vem fazendo no estado, deixando cada vez mais interessante para o turista conhecer vários locais, com muitos atrativos turísticos, de norte a sul do estado. Desde Alta Flores ao São José do Rio Claro, Sinop que vem surpreendendo na feira internacional de turismo do Pantanal. “Mato Grosso pode operar nas férias, pois, a muitas novidades na área de turismo e muitas promoções também”.

O empresário, Luiz, que trabalhou desde cedo, sempre na rede de hotéis, vem conquistando cada vez mais espaço no ramo de hotéis e turismo do estado.

A rede de Hotéis Mato Grosso é pioneira na gestão ambiental no estado e se destaca quando o assunto é sustentabilidade na hotelaria, com uma política bem planejada na área que prevê diversas ações em suas seis unidades, como economia de energia e de água e a realização de reciclagem adequada em todos os estabelecimentos.

E quando se fala em meio ambiente, o Hotel Mato Grosso Águas Quentes é exemplo. Possui Certificado Internacional de Gestão Ambiental ISO 14001/2015, emitido pela Certificadora BSI, órgão inglês que atua há mais de 100 anos com certificação, o que demonstra a preocupação do empreendimento com o meio ambiente e a utilização de práticas sustentáveis para o turismo, disciplinando suas atividades e minimizando os impactos ambientais.

Além disso, o Águas Quentes é o único de Mato Grosso a receber o prêmio Ecolder pelo Programa TripAdvisor EcoLideres no Brasil, desenvolvido com a consultoria da Rainforest Alliance e do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), selo que certifica hospedagens em projetos sustentáveis voltados para hotéis. A consciência ecológica é um dos pilares para garantir que, ao longo prazo, as futuras gerações também possam desfrutar dos recursos do nosso planeta. Pensamos em um futuro sustentável para todos. Ainda de acordo com a secretaria, a taxa de ocupação média anual, antes da pandemia, estava em torno de 70%, enquanto atualmente estamos retomando o setor com 65%.

Um dos grandes sinais da recuperação do setor é o retorno dos investimentos em infraestrutura e expansão, como é o caso de Alessandra Castillo, sócia-proprietária de um hotel em Cáceres, a 220 km de Cuiabá.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image