19 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

GERAL Quarta-feira, 20 de Dezembro de 2023, 09:10 - A | A

Quarta-feira, 20 de Dezembro de 2023, 09h:10 - A | A

DESTAQUE NACIONAL

Alunos da Escola Técnica Estadual de Rondonópolis são finalistas em feira de ciências da USP

Redação

Já pensou em um semáforo que, de forma automática, se reprograma para que a passagem de uma ambulância ou um veículo de resgate seja realizada de forma segura? Essa foi a ideia desenvolvida por alunos da Escola Técnica Estadual de Rondonópolis (MT) e selecionada para a etapa final da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace 2024), promovida pela Universidade de São Paulo (USP).

Sob orientação do professor do Curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas, Fabiano Keiji Taguchi, os estudantes criaram o conceito “Ambutech" de mobilidade urbana, uma solução voltada especificamente para o tráfego de ambulâncias e veículos de resgate, com o objetivo de otimizar o deslocamento destes veículos para o atendimento de ocorrências. Participam do projeto os alunos: João Victor Gonzales dos Santos, Yuri Lázaro Ferreira Gonçalves e Caio Alexandre Queiroz Carvalho.

A ideia inovadora foi selecionada durante a XV Mostra Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso (Mecti), organizada pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci). O evento, realizado na Faculdade de Tecnologia do Senai-MT (Fatec), foi direcionado a estudantes do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental, Ensino Médio e alunos do ensino técnico e profissionalizante.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

O protótipo, que começou a ser construído em julho, faz uso de sensores para detecção de aproximação de ambulâncias e veículos de resgate, para que o semáforo se reprograme automaticamente, permitindo a passagem segura dos veículos em cruzamentos, contribuindo, assim, para a segurança e fluidez do trânsito naquela área.

“A oportunidade de participar da Feira Brasileira de Ciências, uma das mais importantes feiras do tipo do Brasil, é gratificante. É uma chance valiosa de apresentar os frutos dos projetos desenvolvidos em sala de aula juntos com nossos alunos. Nossa expectativa é grande, pois essa participação não apenas nos permite compartilhar conhecimento e experiências com professores e estudantes de todo o país, mas também contribui significativamente para o avanço da ciência e tecnologia”, conta o professor Fabiano KeiTaguchi.

Desde 2003, a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace) é um programa de talentos em ciências e engenharia que estimula a cultura científica, o saber investigativo e a inovação, impulsionando o empreendedorismo e a troca de experiências e informações entre alunos e professores da educação básica e técnica de todo o Brasil.

Além de medalhas e troféus para os melhores finalistas de cada categoria, os estudantes também podem receber equipamentos eletrônicos, certificados de diversas organizações e empresas, entre outros prêmios concedidos com apoio de parceiros da feira.

A cerimônia de premiação está prevista para ocorrer, de forma presencial, entre os dias 18 e 22 de março de 2024, na sede da Universidade de São Paulo (USP), na capital paulista, com transmissão ao vivo pelo canal da FEBRACE.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image