16 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

ELEIÇÕES Quarta-feira, 18 de Novembro de 2020, 09:47 - A | A

Quarta-feira, 18 de Novembro de 2020, 09h:47 - A | A

ELEIÇÕES 2020

Seis deputados de MT não conseguem se eleger nestas eleições

G1

Seis deputados que tentaram ser eleitos como vereador, prefeito ou senador nas eleições de 2020 em Mato Grosso não conseguiram votos suficientes.

Foram eles: Emanuelzinho (PTB), Xuxu Dal Molin (PSC), Sargento Elizeu Nascimento (DC), Juarez Costa (MDB), José Medeiros (Podemos) e Valdir Barranco (PT).

O deputado federal Emanuelzinho (PTB), que tentou o cargo de prefeito em Várzea Grande. Apesar do apoio do pai dele, Emanuel Pinheiro (MDB), atual prefeito de Cuiabá, o candidato só teve 12% dos votos e ficou em 3º lugar na disputa.

O deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC) tentou o cargo na prefeitura de Sorriso, a 420 km de Cuiabá. No entanto, ele perdeu para o candidato Ari Lafin (PSDB), reeleito com 73,34% dos votos.

O candidato ao senado, Sargento Elizeu Nascimento (DC), foi vereador em 2016, em Cuiabá, e abandonou o cargo para assumir a Assembleia Legislativa de Mato Grosso, nas eleições de 2018, quando foi escolhido para deputado estadual.

Neste ano, Elizeu pretendia abandonar o cargo de deputado para tentar o cargo de senador. No entanto, ele ficou em 8° lugar no pleito, com menos de 5% dos votos.

O deputado federal Juarez Costa (MDB) se candidatou a prefeito de Sinop, a 503 km de Cuiabá. Ele já havia sido prefeito da cidade em dos mandatos. No entanto, perdeu o pleito para Roberto Doner (Republicanos), que foi eleito com 49,5% dos votos. Juarez teve apenas 27,37%.

José Medeiros (Podemos), que conseguiu se eleger a deputado federal em 2018 e já foi senador, tentou, neste ano, mais uma vez, uma vaga no senado. No entanto, Medeiros conseguiu apenas 9,7% dos votos.

Outro deputado que tentou o cargo no senado foi Valdir Barranco (PT), que acabou ficando em 5° lugar, com 8,24% dos votos.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image