16 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

EDUCAÇÃO Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2020, 10:32 - A | A

Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2020, 10h:32 - A | A

PLANEJAMENTO

Diretores começam receber preparação para o retorno das aulas presenciais em Mato Grosso

Só Notícia

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, orientou diretores das escolas sobre o planejamento e preparação para o retorno das aulas no próximo ano, nas unidades da rede pública de ensino. Ele realizou reunião virtual com cerca de 680 participantes.  “Vamos trabalhar com laboratório de aprendizagem em todas as escolas para os anos iniciais e finais do Ensino Fundamental, e também do Ensino Médio. Teremos aulas de reforço no contraturno. Vamos ter investimentos na ordem de R$ 936 milhões, sendo R$ 420 milhões aplicados na estrutura física e tecnológica”, descreveu o secretário.

Ele enumerou uma série de ações para melhorar os atuais índices educacionais. O gestor fez um bate-papo online para tirar dúvidas sobre a retomada do ano letivo contínuo 2020/2021 a partir do dia 1º de fevereiro, com ensino híbrido (presencial e virtual).

Entre os investimentos está a aquisição de chromebooks (computadores portáteis voltados para a educação) para alunos e professores.

Além dos equipamentos tecnológicos, a Seduc pretende investir em cursos de formação voltada para a tecnologia com o programa Profissão 4.0. Nele, alunos terão acesso a conhecimentos teóricos em cursos rápidos e equipamentos para colocar em prática o que foi aprendido, com aplicações de designer em computador e impressão de protótipos, robótica, aulas de inglês e informática.

O método pedagógico Profissão 4.0 deverá ser instalado aos poucos em parte da rede pública estadual de ensino como conhecimento e preparação dos jovens para o mercado de trabalho atual. Em Mato Grosso há 759 escolas que atendem cerca de 380 mil alunos.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image