16 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

CIDADES Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2020, 09:52 - A | A

Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2020, 09h:52 - A | A

VEJA OS VÍDEO

Champagne na mesa de mulher casada motivou briga em bar; 6 são presos

Gazeta Digital

Seis homens – todos da mesma família - foram parar na Central de Flagrantes, na noite de quinta-feira (17), após uma pancadaria generalizada no bar Baronês, na Getúlio Vargas, em Cuiabá. A briga começou na parte interna do restaurante após o grupo mandar uma garrafa de champagne para a mesa de uma mulher casada, que o marido estava próximo. Retirados do local, usaram de extrema violência contra funcionários, dando socos e cadeiradas. Veja os vídeos no final da matéria.

 

De acordo com as informações obtidas , Polícia Militar foi acionada por volta das 20h50, assim que a briga começou. Quando chegaram, já encontraram os suspeitos do lado de fora, e a parte externa do bar toda bagunçada, com vários objetos quebrados.

 

 

Gerente do restaurante contou à PM que os 6 homens estavam no local e pediram para entregar uma garrafa de champagne na mesa vizinha. Porém, o marido da mulher não gostou do fato. Ele foi até a mesa dos homens tirar satisfação. Assim começou um bate-boca e um dos suspeitos pegou uma faca na mesa para ameaçar o homem.

 

Foi necessária a intervenção de seguranças, que empurraram o grupo para fora da casa. Momento em que eles se revoltaram. Um dos homens chegou a dar um tapa na cara do garçom, seguido por um soco de outro suspeito. A vítima reagiu.

 

Vídeo gravado no local mostra o momento em que o trabalhador leva o tapa e o soco. Ele reage, bem como seus colegas de trabalho, que vão pra cima do grupo. Os agressores começam a arremessar cadeiras contra os funcionários do local, quebram ainda o computador de serviço e outros objetos, como garrafas e mesas.

 

Um dos funcionários foi lesionado na testa com um golpe de cadeira dado por um dos agressores e encaminhado para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Verdão. Um dos suspeitos que também ficou ferido recebeu atendimento médico no local. Os outros recusaram atendimento.

 

Em levantamento prévio, o dano material foi em um computador, 3 meses, 4 cadeiras, 2 garrafas de whisky, um móvel e um vidro blindex. Apenas um dos suspeitos foi algemado, já que ele estava bastante alterado e fez ameaças aos policiais, inclusive desacatando.

 

Também vale destacar que a imprensa foi impedida de fazer foto do grupo de presos, com base na Lei 13.869/2019, a ‘Lei de Abuso de Autoridade’.

 


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image