25 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

AGRONEGÓCIO Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2020, 10:42 - A | A

Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2020, 10h:42 - A | A

DIZ SECRETÁRIO

Laboratório para verificação de umidade de grãos em MT dará mais segurança na comercialização

Só Notícia

O laboratório de verificação de medidores de umidade de grãos, que foi inaugurado, esta manhã, pelo Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem), vinculado à secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) vai trazer segurança nas relações comerciais “porque os equipamentos aferidos terão um selo do Ipem e o produtor rural vai confiar na medição. Esse tipo de iniciativa deve ser incentivado, é isso que faz Mato Grosso mais forte e cada vez melhor”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda,

No local, serão realizadas das aferições dos aparelhos utilizados para verificação da umidade dos grãos de soja, milho e outras commodities agrícolas. O laboratório será coordenado pelo Ipem e contou com a parceria do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) e da empresa Motomco, que comercializa medidores de umidade de grãos, para ser viabilizado.

O diretor da Aprosoja, Jorge Diogo Giacomelli, explicou que neste ano houve demandas dos produtores rurais durante a safra de milho em relação à confiabilidade dos medidores utilizados pelas empresas. “Conversamos com o Ipem sobre como viabilizar este laboratório, fechamos parceria com a Motomco, que é uma empresa com quem já trabalhamos no programa Classificador Legal, e graças ao empenho de todos conseguimos colocar aqui esta unidade que será referência no Centro Oeste e no Brasil. Estamos muito felizes com a parceria que trará grandes benefícios para o produtor rural”, afirmou.

O presidente do Ipem, Bento Bezerra, ressaltou que o laboratório não fará a medição da umidade de grãos, mas irá aferir se os equipamentos estão dentro das normas do Inmetro. “Os medidores devem estar de acordo com as normas do Inmetro estabelecidas na portaria, que preconizam que todos os aparelhos devem ter segurança nas informações de leitura e dificultar ao máximo a violação do interior, entre outros pontos”, disse.

“O agro vai fazer a diferença no Brasil nos próximos anos e um laboratório como este em Mato Grosso é muito importante para o setor. Estamos aqui hoje trocando experiências com o Ipem MT e aprendendo também, porque vamos implantar um laboratório em São Paulo”, disse Gambarone, presidente do Ipem.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image