19 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

AGRONEGÓCIO Quinta-feira, 30 de Novembro de 2023, 09:15 - A | A

Quinta-feira, 30 de Novembro de 2023, 09h:15 - A | A

R$ 124 MILHÕES DE DÍVIDA

Grupo Valter Bergamasco entra com pedido de recuperação judicial

Redação

A Agropecuária Três Irmãos Bergamasco, formada pela família de produtores rurais Bergamasco, entrou com pedido de recuperação judicial na 4ª Vara Cível de Sinop, com passivo superior a R$ 124 milhões. O grupo que atua no agronegócio com cultivo de soja, milho e pecuária está presente nos municípios de Tapurah, Nova Mutum e Porto do Gaúchos totalizando mais de três mil hectares de terras.

De acordo com o processo, a família atua há mais de 50 anos, e apesar da experiência no negócio, sofreu com a baixa produtividade da safra, e o baixo preço das commodities, principalmente nas safras de 2022 e 2023, quando a estimativa de venda da saca da soja era de R$ 150, mas foi comercializada a R$ 100, causando grande prejuízo ao grupo.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

No pedido de recuperação judicial, o escritório ERS Advocacia, responsável pelo processo, esclarece que apesar de toda experiência e dedicação da família ao negócio, os percalços financeiros acabaram cumulando com a dificuldade econômica do Grupo Valter Bergamasco.

Segundo Allison Sousa, Advogado do grupo, “Os produtores, além de colaborarem com a economia de Mato Grosso e do país, são responsáveis por inúmeros empregos diretos e indiretos, o que demonstra a importância social e a necessidade de preservação de suas atividades. Por isso necessitam da intervenção do Poder Judiciário para terem a oportunidade de negociar com todos os seus credores de uma única vez e em pé de igualdade, para demonstrar a eles que têm condições suficientes, se continuarem operando, de cumprir com as obrigações”.

No pedido os produtores requerem ainda que, seja determinado o impedimento de desfazimento de qualquer bem essencial às atividades dos requerentes, em especial, o sobrestamento de qualquer ato expropriatório ou que retire da posse e propriedade dos devedores, bens e equipamentos essenciais às suas atividades enquanto durar a presente ação.

Em sua decisão a juíza da 4ª Vara Cível de Sinop, Giovana Pasqual de Melo nomeou a empresa, Jorge Gonso Consultoria Empresarial para verificação prévia dos documentos apresentados, que deverá indicar o preenchimento ou não dos requisitos legais para o processamento da recuperação judicial do Grupo Valter Bergamasco.

Dinheiro Novo - DIP

Como nas outras recuperações ajuizadas, Ramirhis Laura, também Advogada do grupo, entende que “a melhor chance de todos receberem é um aporte de fundos que investem exclusivamente em empresas que entram em recuperação judicial em vista da alteração da lei, que criou o empréstimo DIP, onde investidores estão ávidos por colocar dinheiro em empresas que se propõem a se reestruturar, como no caso dos grupos Caage e Gouveia, ajuizados recentemente, Já temos fundos interessados, nessa e nas RJs que ainda serão ajuizadas nos próximos dias.”

Recuperação judicial em MT

De acordo com dados do Monitor de Recuperação Judicial no Brasil, somente no 3º trimestre 125 empresas entraram com pedido de recuperação judicial em Mato Grosso. No país mais de 3 mil empresas ingressaram com o pedido.. Essa é a 317a. Recuperação judicial de Mato Grosso no ano.

 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tangará Online (tangaraonline.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Tangará Online (tangaraonline.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image