? ºC Tangará da Serra - MT

Última Hora

17/04/2018 13:24 OLHAR DIRETO

Por suspeita de H1N1, UPA em Várzea Grande é interditada

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Ipase, em Várzea Grande, foi interditada na manhã desta terça-feira (17) após suspeita de que um paciente poderia estar com o vírus H1N1. O paciente foi transferido para uma UTI com isolamento e a UPA já foi reaberta.

De acordo com a assessoria da Prefeitura de Várzea Grande nas primeiras horas de hoje houve um caso de paciente com pneumonia severa, que pode ser decorrente de H1N1, na UPA Ipase. No local não há espaço para isolamento, por isso o paciente foi encaminhado para uma UTI com o isolamento necessário.


A UPA Ipase então foi temporariamente interditada para que fosse feita a desinfecção. As pessoas que tiveram contato com o paciente foram contatadas para que fizessem cadastramento e passassem por acompanhamento. A unidade de saúde foi liberada às 9h30.


A Prefeitura de Várzea Grande também se manifestou por meio de uma nota afirmando que todas as medidas profiláticas e preventivas foram adotadas em relação àqueles profissionais que mantiveram algum contato com o paciente. Na nota a prefeitura ainda disse que todos os protocolos exigidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde foram adotados.


Nesta segunda-feira (16) uma professora da rede municipal de Sorriso (420 quilômetros de Cuiabá), identificada como Camila Ramos de Souza, de 29 anos, morreu com pneumonia bacteriana no Hospital Regional, no último domingo (15).
A certidão de óbito da professora aponta morte por pneumonia bacteriana. Porém, o hospital em que ela ficou internada suspeita de H1N1 e enviou os exames da jovem para fora do estado.
Leia a nota da Prefeitura de Várzea Grande na íntegra:
As Secretarias de Comunicação Social e de Saúde de Várzea Grande informam sobre a internação de um paciente com quadro grave de pneumonia severa com possibilidade, ainda a se confirmar via exames, de caso da Gripe H1N1.
 
Todas as medidas profiláticas e preventivas foram adotadas em relação àqueles profissionais que mantiveram algum contato com o referido paciente.
 
Inicialmente atendido na UPA IPASE, o mesmo foi transferido para um Leito de UTI de isolamento até que todos os exames necessários sejam realizados e os resultados conhecidos.
 
Empresa especializada em desinfecção de ambientes já atuou dentro da UPA IPASE para os serviços de limpeza de todos os ambientes, enquanto aqueles que mantiveram algum contato com o referido paciente estão em observação.
 
Todos os protocolos exigidos pela Organização Mundial da Saúde - OMS e pelo Ministério da Saúde foram adotados para se resguardar a segurança de profissionais da área médica e da população de Várzea Grande e de Mato Grosso.
 
Lembram ainda que os servidores e profissionais da área médica de Várzea Grande foram imunizados em campanha anterior e novamente serão imunizados ainda neste mês de abril, bem como a própria população também terá acesso às vacinas recomendadas.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo