? ºC Tangará da Serra - MT

Política

13/02/2019 10:36 OLHAR DIRETO

Maluf defende atuação política de conselheiro do TCE somada a conhecimento técnico

Na disputa para ser o indicado da Assembleia Legislativa para assumir a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas (TCE), o deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB) disse que não basta o candidato ter apenas conhecimento técnico para assumir o cargo e que existe a necessidade de uma experiência política como a sua.

Usando a tribuna na sessão ordinária desta terça-feira (12), o parlamentar lembrou que as indicações feitas pelo Legislativo estão na constituição, como uma prova de que um conselheiro precisa ter em seu currículo a atuação política, além do conhecimento técnico.   


"O Constituinte em 88, quando foi feita a Constituição cidadã, previu que quatro conselheiros do Tribunal de Contas fossem indicações da Assembleia. Isso é porque não basta termos indicações técnicas apenas. Há a necessidade também de uma atuação política. Estamos cumprindo a lei apenas", disse durante o pequeno expediente.


O deputado ainda ressaltou que o TCE não pode agir apenas um órgão punitivo, que se limita a cobrar multas, ressaltando que a corte de contas também precisa orientar os municípios.


"Tem muitos municípios que precisam ser orientados. Não pode ser apenas punitivos cobrando multas em cima de multas, tornando-se uma fábrica de multas. Se eu chegar até lá, esta será uma das minhas principais pautas", afirmou. 


O parlamentar, por fim, garantiu que está entrando na disputa de uma forma limpa e elogiou a forma como a Mesa Diretora da casa de leis está conduzindo o processo, abrindo inclusive a possibilidade de promotores e magistrados serem indicados para a vaga.


"Quero parabenizar a mesa que pela primeira vez está trazendo um rito diferente do que se praticava, um rito inclusive que não fecha, e pelo contrário, abre a possibilidade de receber inscrições de fora. Vamos ter inscrições de juízes, promotores, o que é saudável para esta casa", concluiu.


Até o momento, Maluf, que já está em seu quarto mandato na Assembleia Legislativa e já ocupou os cargos como o de presidente e primeiro-secretário, é um dos poucos interessados na vaga de conselheiro, que já assumiu como candidato. 


O deputado Sebastião Rezende (PSC) também manifestou o interesse na vaga, que vem tendo a cada dia que se passa, a especulação de vários postulantes, como os deputados Faissal Calil (PV), Valdir Barranco (PT); o promotor de justiça Mauro Zaque; além dos juízes Yabo Sales Mendes e Eduardo Calmon.


Redes Sociais

Titulo fixo

Jornal Tangará Online

Avenida Historiador RUBENS DE MENDONÇA EDF - OFFICE TOWER -SALAS 1001 E 1002 Cuiabá MT
Fone (65) 3052-6030
E-mail: redacao@tangaraonline.com.br

EMC-Empresa Milas de Comunicação 
CNPJ 10.935.231/0001-40
e-mail :maykommilas@gmail.com

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo