? ºC Tangará da Serra - MT

Polícia

13/07/2018 17:24 OLHAR DIRETO

Veja nome dos presos em operação que desarticulou quadrilha responsável por distribuir droga em Cuiabá

A Polícia Civil divulgou na manhã desta sexta-feira (13), uma lista com o nome dos suspeitos presos na 'Operação Spot', deflagrada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). Ao todo, 18 pessoas foram presas e uma adolescente apreendida. Quarenta e dois tabletes de substância análoga à maconha foram apreendidos em um veículo no bairro Nossa Senhora Aparecida, em Cuiabá.

Foi divulgado o nome de 16 presos e um apreendido. São eles: C.R.S., 17 anos, Glauber de Souza Lima, 24 anos, Marcio de Jesus Luz, 29 anos, Manoelito Rosa Alves, 27 anos, Matheus Gabriel Ferreira de Andrade, 20 anos, Weverton de Lima, 21 anos, Felipe Oliveira Avelar, 22 anos, Rodrigo de Jesus Silva do Carmo, 33 anos, Raydnon Wilk da Silva Rodrigues, 20 anos, Deam Queivison da Silva,25 anos, Marcos Benedito Viana, 38 anos, Rodrigo Faria de Paula, 22 anos, Carlos Alexandre Fernandes Silva, de 37 anos , Adriano Marcio de Souza, 38 anos, Willian Yoshiaki, 29 anos, Vandil Ferreira de Souza, 50 anos  e Miqueias da Conceição Pedro, 20 anos.
 
Segundo informações da assessoria de imprensa, dez pessoas foram autuadas em flagrante - relacionadas à apreensão de objetos ilícitos como: um revólver calibre 38, 15 munições de igual calibre, 02 balanças de precisão, R$ 10 mil em espécie, além de diversas porções de drogas.
Também foi dado cumprimento a 13 mandados de prisão preventiva da 13ª Vara Criminal Especializada em Entorpecentes; 10 mandados de busca e apreensão da 13ª Vara Criminal e 14 mandados de busca e apreensão expedidos pela 9ª Vara Criminal.
Conforme o delegado titular da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, a operação desarticulou uma associação criminosa para o tráfico, que agia de forma coordenada e coesa na distribuição de entorpecentes na região metropolitana, através de transportes clandestinos de drogas, imprimindo com isso aumento significativo na criminalidade.
 
O delegado adjunto Marcelo Miranda Muniz informou que uma das características da associação criminosa é o consórcio, montado com o objetivo de dividir os custos com a compra da droga e a logística do transporte, que também contava com o acompanhamento de batedores durante todo o trajeto. “Com isso realizava-se o pagamento à vista, possibilitando a entrega imediata (logística Spot)”, disse o delegado.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo