16 de Julho de 2019

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

Quinta-feira, 11 de Julho de 2019, 08h:42 - A | A

CRISE ANTECIPADA

Convite a ex-prefeito causa atritos e já sinaliza racha no PSDB de Cuiabá

folha max

WELINGTON SABINO Da Redação

image

O convite do deputado estadual Carlos Avalone (PSDB) ao ex-prefeito de Cuiabá, Roberto França (PV), para se filiar ao partido com possibilidade de disputar a Prefeitura da Capital nas eleições de 2020, já causou atritos dentro do ninho tucano. Um sinal de que a legenda, que já passou por forte revés nas eleições de 2018, pode sofrer um racha em breve por divergências entre diferentes grupos que integram o partido. Conforme o vereador Renivaldo Nascimento, a fala de Avalone é isolada e não condiz com o posicionamento do Diretório Municipal da legenda, cuja tendência no momento, segundo ele, é de apoiar o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) na busca por um segundo mandato. E de antemão, deixa claro que eleição municipal é assunto para o Diretório Municipal conduzir e não a cúpula estadual do partido. Na Câmara de Cuiabá, a bancada tucana é composta por Renivaldo, Adevair Cabral e Ricardo Saad, que é o presidente do PSDB na Capital, todos integrantes da base governista de Emanuel Pinheiro. Agora, diante das declarações de Avalone, de que o partido deve manter o protagonismo e lançar candidatura própria, os três ficam numa posição desconfortável. “Não me sinto com a corda no pescoço. Minha intenção é apoiar a reeleição do Emanuel Pinheiro”, pondera Renivaldo. Em entrevista ao programa Resumo do Dia, o vice-presidente estadual do PSDB, Carlos Avalone disse que o ex-prefeito Roberto França é bem vindo ao PSDB e que seu nome é uma boa opção para disputar a Prefeitura de Cuiabá. Disse também que a sigla precisa e vai manter o protagonismo de lançar candidato próprio. Renivaldo discorda e afirma que não existe nada disso. “Quero deixar bem claro meu respeito e admiração pelo ex-prefeito Roberto França, um homem que tem uma história política inigualável, foi vereador, deputado estadual, federal, prefeito, quase foi governador do Estado e sua esposa foi vice-governadora. Um homem que tenho o maior respeito, mas com relação à declaração do Carlos Avalone é um sentimento unilateral, só dele”, diz o vereador. “Não teve conversa nenhuma sobre isso dentro do PSDB, com nenhum vereador do partido. Respeito o Carlos Avalone, mas tenho dito, e é minha opinião, do vereador Adevair Cabral e do vereador Ricardo Saad que estamos na base do prefeito, que a tendência é apoiar a reeleição do Emanuel Pinheiro”, enfatiza o tucano. Como integrante do PSDB e vereador em Cuiabá Renivaldo diz não abrir mão de apoiar o emedebista. “Não estou atrás de projeto de poder para Cuiabá não. Sou amigo do Roberto, mas não está discutindo o nome dele, está discutindo é pra onde o PSDB vai caminhar. Eu particularmente não vou aceitar, não vou receber nenhuma imposição de caciquismo do partido, não existe isso e não aceito isso. Na hora que o partido se reunir, que a base, o diretório municipal decidir qual caminho seguir, ai é diferente. Até hoje só existe fala isolada”. BOM NOME Conforme Renivaldo Nascimento, o ex-prefeito, cujo nome começou a circular como uma forte opção para disputar o Palácio Alencastro, é uma boa opção para qualquer legenda. “O Roberto França é um bom nome em qualquer partido, mas nem acredito que o Roberto França seria candidato contra o Emanuel Pinheiro, tem situações ai que não existem”, argumenta. Ele observa que Carlos Avalone tem direito de falar porque todos vivem numa democracia, mas isso não significa que tenha razão. “Se o ex-prefeito Roberto França quiser vir pro partido será bem vindo, mas isso não quer dizer que vai ser candidato a prefeito, pode ser candidato a estadual ou federal na próxima eleição. A vinda dele é um grande nome, mas não necessariamente pra disputar a Prefeitura”. Por fim, o tucano ressalta que o presidente do Diretório Municipal é o colega Ricardo Saad e que no momento certo a composição municipal vai se reunir para alinhar os discursos e posicionamentos sobre as eleições de 2020.

Imprimir





ENQUETE

VEJA MAIS

Você é contra ou a favor ao novo decreto do porte de armas?

PARCIAL

(65) 3052-6030

redacaocopopular1@gmail.com admcopopular1@gmail.com financeiro@copopular.com.br

image