? ºC Tangará da Serra - MT

Destaque 2

14/09/2018 08:11 OLHAR DIRETO

70% de verba articulada por Maggi, WF e prefeito será usada para equipar PS; R$ 30 milhões para obra

O Governo Federal, por meio dos Ministérios de Planejamento e Saúde, destinou R$ 100 milhões para a Prefeitura de Cuiabá concluir o novo Pronto-Socorro da Capital. 70% dos recursos vão ser utilizados para equipar a unidade e os R$ 30 milhões restantes serão empregados na finalização da obra física. A verba foi viabilizada através da articulação do ministro Blairo Maggi (PP), senador Wellington Fagundes (PR) e do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

“Fico feliz pela atenção que o Governo Federal está dando para Cuiabá e em poder ajudar a resolver um problema que aflige a população mato-grossense, que é a questão do Pronto-Socorro. E principalmente encerrar a minha participação no Ministério, em dezembro, entregando essa importante obra para a Capital”, declarou o ministro Blairo Maggi, durante almoço que contou com a presença de toda a bancada federal e do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun.


Inicialmente o ministro e a bancada, junto com o prefeito Emanuel Pinheiro, iriam anunciar a vinda dos recursos em uma visita às obras do novo hospital, mas a agenda precisou ser desmarcada. Uma comissão técnica do Ministério da Saúde, no entanto, esteve no local para entender de que maneira a verba será empregada.


É importante destacar que estes R$ 100 milhões são um dinheiro novo e não possuem ligação com a verba da bancada federal, repactuada para ajudar o Governo de Mato Grosso a quitar dívidas com a saúde pública.


No ano passado, após muita polêmica, o Governo, a Prefeitura de Cuiabá e a bancada federal de Mato Grosso no Congresso firmaram um acordo para usar os recursos de emendas parlamentares da União para o custeio da Saúde do Estado. Em contrapartida, o Executivo ficou responsável por repassar os R$ 82 milhões necessários para equipar o novo Pronto-Socorro.


Conforme divulgado pelo Olhar Direto, na última quarta-feira (12), Wellington Fagundes afirmou que o repasse ainda não ocorreu. “Transferimos este recurso para o Estado, com um documento assinado por toda a bancada e pelo próprio Governo do Estado. Infelizmente o Governo não cumpriu, utilizou o recurso e hoje está atrasado com os repasses para as Santas Casas, hospitais filantrópicos, municípios de Mato Grosso, inclusive também com a Prefeitura, com o Pronto Socorro e Hospital de Cuiabá. Isso é uma dívida do Governo do Estado, isto está assinado, compromissado”, disse. O Governo nega os atrasos.


Por meio de sua assessoria de imprensa, o prefeito Emanuel Pinheiro explicou que esse aditivo é de suma importância para o novo Pronto-Socorro e se comprometeu a explicar, em coletiva de imprensa a ser realizada nos próximos dias, de que maneira todos estes recursos serão alocados.


Redes Sociais

Titulo fixo

Jornal Tangará Online

Avenida Historiador RUBENS DE MENDONÇA EDF - OFFICE TOWER -SALAS 1001 E 1002 Cuiabá MT
Fone (65) 3052-6030
E-mail: redacao@tangaraonline.com.br

EMC-Empresa Milas de Comunicação 
CNPJ 10.935.231/0001-40
e-mail :maykommilas@gmail.com

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo