16 de Julho de 2019

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

Quinta-feira, 18 de Abril de 2019, 14h:28 - A | A

Prefeitura de Cuiabá vai bancar reforma de casas de famílias carentes

image

A Prefeitura de Cuiabá lança nos próximos dias um programa que vai oferecer até R$ 12 mil para famílias de baixa renda reformarem suas casas. A ideia é acelerar o processo de reestruturação e ordenamento da cidade. Para a primeira etapa, 300 pessoas já foram selecionadas. Elas moram nos bairros Jardim Umuarama II, Altos da Serra, Planalto, Vale do Carumbé e Três Barras.

O dinheiro do “Bem Morar – A Prefeitura reforma a sua casa” vai ser repassado por meio de um cartão e poderá ser usado, não apenas para compra de material de construção – que precisará ser feita em lojas credenciadas junto ao município –, mas também para pagar mão de obra.

O controle da prefeitura sobre o recurso repassado a cada família será feito com auxílio dos setores de engenharia e arquitetura da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que vão elaborar os projetos das reformas e acompanhar a execução. Segundo o secretário de Habitação e Regularização Fundiária, Air Praeiro, professores e alunos estão envolvidos na proposta.

Com o orçamento de cada reforma pronto, a Secretaria de Habitação vai liberar os projetos das obras e as listas de material necessário às famílias. A liberação do dinheiro será semanal e vai depender do cumprimento do cronograma da obra.

“Caso a família não cumpra o cronograma, salvo algumas exceções, a remessa seguinte não será liberada. O beneficiário precisa finalizar a execução semanal para que a prefeitura possa disponibilizar a outra parte do valor”, explica o secretário.

“Mais de 50% dos nossos bairros são oriundos de ‘grilagens’, trazendo falta de estrutura básica para as localidades. É um gargalo antigo e que há muitos anos ficou esquecido pelo poder público. Agora, estamos procedendo com essas ações, avançado de forma completa no ordenamento da cidade”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

*Com assessoria

Imprimir





ENQUETE

VEJA MAIS

Você é contra ou a favor ao novo decreto do porte de armas?

PARCIAL

(65) 3052-6030

redacaocopopular1@gmail.com admcopopular1@gmail.com financeiro@copopular.com.br

image