16 de Julho de 2019

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

Quinta-feira, 18 de Abril de 2019, 13h:13 - A | A

Menina de 4 anos se engasga com pirulito durante brincadeira e é salva por bombeiro

image

Uma menina de quatro anos foi socorrida por um bombeiro depois de se engasgar com um pirulito, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá. A situação ocorreu no domingo (14).

A mãe da menina, Andressa Bispo, disse que a filha, Brenda Vitória, se engasgou com o pirulito enquanto brincava com uma amiga na frente de casa. Os pais levaram a criança até o quartel do Corpo de Bombeiros, onde foram atendidos pelo soldado Daniel Ribeiro Leite.

 
Brenda, a mãe e o bombeiro que a salvou — Foto: Arquivo pessoal

Brenda, a mãe e o bombeiro que a salvou — Foto: Arquivo pessoal

Ele estava sozinho no local e os colegas atendiam a uma outra ocorrência na cidade.

Brenda se engasgou com um pirulito depois que o doce se desprendeu do palito e ficou alojado na garganta. O pai e a mãe colocaram a menina em uma moto e foram até o quartel.

 

“Escutei o grito e a buzina. Ela tinha engolido um pirulito e estava na garganta dela. Imediatamente fiz o procedimento [para retirar o doce da garganta] e não deu certo. Aí eu tive que colocar meu dedo na garganta dela”, explicou o bombeiro.

 

O bombeiro conseguiu retirar o pirulito de dentro da garganta da menina. Não houve necessidade de levá-la para um hospital e Brenda voltou para casa com os pais.

 Soldado Daniel Ribeiro Leite e Brenda, que foi salva por ele após se engasgar com um pirulito — Foto: Arquivo pessoal

Soldado Daniel Ribeiro Leite e Brenda, que foi salva por ele após se engasgar com um pirulito — Foto: Arquivo pessoal

 

Andressa disse se desesperou ao ver a filha engasgada. O acidente ocorreu antes do almoço enquanto a mãe preparava a refeição.

 

“Todo dia ela pede um pirulito, é de rotina. Uma amiga dela chegou e foram brincar. Depois ela voltou pedindo socorro. Estava engasgada e nem conseguia mais falar, só mexia os olhos”, lembrou a mãe.

 

Há quase 4 anos como bombeiro, o soldado disse que nunca havia passado por uma situação semelhante.

 

“Fiquei nervoso, confesso. Mas temos esse treinamento para essas situações”, declarou o militar.

 

Depois do susto, a família se reencontrou com o soldado. O militar deu uma boneca de presente a menina.

Imprimir





ENQUETE

VEJA MAIS

Você é contra ou a favor ao novo decreto do porte de armas?

PARCIAL

(65) 3052-6030

redacaocopopular1@gmail.com admcopopular1@gmail.com financeiro@copopular.com.br

image